Graduada pela Faculdade de Medicina da UFG

Especialista em Clínica Medica e Geriatria pelo SUS- GO

Preceptora da residencia em Geriatria do SUS-GO

Professora da Faculdade de Medicina da PUC GO

 

 

Quando procurar um geriatra?


A decisão de procurar um Geriatra deve ser norteada pelo objetivo almejado. Há pacientes que procuram um Geriatra por volta dos 30-40 anos com a intenção de fazer um check up e prevenir doenças, preparando-se para um envelhecimento saudável. E há aqueles que buscam o controle adequado e/ou o diagnóstico  de doenças próprias do envelhecimento. Neste grupo, o idoso que mais se beneficia do atendimento geriátrico é: aquele que caiu pelo menos 2 vezes nos últimos 6 meses; o idoso com algum defícit de memória ; o idoso com choro fácil ou que não quer sair de casa, lembrando sintomas de depressão; o idoso com perda de peso e/ ou da mobilidade; o idoso que tenha 3 ou mais doenças; o idoso que esta deixando de fazendo alguma de suas atividades habituais e aquele que usa 4 ou mais medicações.

Envelhecimento e qualidade de vida: dois aspectos que antes tão distantes, hoje se tornaram cada vez mais próximos. Até meados do século passado havia uma certa idéia corrrente de que a chegada da terceira idade era sinônimo de muitas perdas e o início de um processo de abandono e finitude. Mas hoje, com os avanços nas áreas ligadas à saúde, as pessoas estão conseguindo viver mais e melhor. O processo de envelhecer de forma saudável é dependente em 50% de nosso estilo de vida, sendo o restante relativo ao meio ambiente e a carga genética. Isto mostra que, pelo menos, metade dele depende do que nós fazemos com nossa própria vida.

 

A consulta geriátrica

A consulta geriátrica é uma avalição ampla e minuciosa de toda a vida do idoso, incluindo desde sintomas específicos de cada órgão até a avaliação da sua rede de apoio sócio-familiar. Para tal avaliação o geriatra tem conhecimentos específicos sobre o idoso, diferenciando bem o fisiológico do patológico no envelhecimento.


Via de regra o geriatra consegue classificar o esquecimento apresentado pelo idoso em alteração de atenção decorrente do próprio envelhecimento ou se isso já é um sintoma da Doença de Alzheimer, por exemplo, necessitando portanto, de uma investigação mais minuciosa.

A consulta geriátrica também resolve um grande problema da atualidade, a existência de vários especialistas acompanhando o paciente ao mesmo tempo gerando um grande número de receitas sem nenhuma interligação entre elas na maioria das vezes, levando o paciente a ter uma verdadeira “farmácia” em casa e, principalmente, a um alto risco de interações medicamentosas. O geriatra é o médico que irá gerenciar todas essas medicações tentando reduzir o número de remédios quando possível e minimizar o risco de interações entre os mesmos. Além disso o geriatra é um profissional treinado para estar em contato com  estes outros especialistas, caso eles sejam realmente necessários e/ou desejáveis pela família/paciente, discutindo de forma minuciosa o caso de cada paciente para que seja oferecida a este a melhor qualidade de vida.

É por tudo isso que o geriatra é o melhor médico para GERENCIAR a saúde do idoso.

 

Copyright © 2012-2016 Dra. Zélia Sobrinha de Santana - CRM-GO 11.519 – Tels. (62) 3218-5034 e 9991-3073 (WhatsApp)